Dentro da Casinha · Livros

CEM DIAS ENTRE CÉU E O MAR – Amyr Klink

“… Com o tempo, eu acumularia todos os progressos e os centímetros se transformariam em quilómetros…”

Eis uma das frases mais impactantes desse livro em minha vida. É uma variação magnífica do velho ditado de “uma longa caminhada começa com o 1º passo”, sobre ir de degrau em degrau subindo uma escada.

Cem Dias é um livro sobre aventuras, sobre determinação, sobre obstinação, sobre vitória, sobre crescimento. Possui vários momentos que um leitor em busca de emoções pode querer. Apesar de ser um livro sem agitações, sem correria, é um livro que mexe com nossa imaginação, pois traduz uma história real, palpável, não há ficção aqui e a emoção é contemplada pela jornada em si e não por uma prosa cheia de ação (e aqui não há).

Amyr Klink atravessa o Atlântico a remo, pois é, imaginem a cena: Durante cem dias, entre baleias, tubarões, peixes, ondas, tempestades oceânicas, sol queimando no “deserto” mais úmido possível e com a alimentação racionada. Uma aventura ou desventura?

A proposta de Amyr é transpor o Oceano, fazer algo que ninguém tinha feito. E ele vai além. O livro é um relato emocionado e contundente de alguém que consegue superar o inimaginável, o que até então era pensado como impossível (digo que até hoje parece ser). Outros aventureiros já completaram e venceram obstáculos igualmente “impossíveis”, outras situações foram utilizadas como exemplo para seguir com a empreitada e a preparação parece cobrir todo e qualquer imprevisto. Amyr foi cauteloso, cuidadoso e completamente sensato em todos por menores e maiores imaginados para esse feito surpreendente. Mas claro que imprevisto podem e vão acontecer. Ninguém, por mais meticuloso que seja, é 100% na prevenção de algo súbito.

Noites e noites tubarões esbarram ou batem no casco, dias e dias refletindo em como a embarcação está e quantos quilômetros precisam ser remados em situações adversas. Eis alguns dos pensamentos que permeiam os dias solitários. Algumas tempestades acontecem atrasando o progresso, dias quentes e muito ensolarados atrapalham o progresso, noites mal dormidas, saúde em alerta também e por ai vai. Mas não é somente de momentos dramáticos que a viagem é construída, ocasiões plenas de surpresas boas e ocorrências que maravilham, também preenchem o percurso insólito.

O enredo é permeado pela direção já estudada (diversas vezes) por Amyr. Ele determina um curso e o segue com esmero, guardada as devidas proporções em uma tarefa dessas, claro, e lógico – alguém perfeccionista como ele – se preocupa com tudo: além de uma comunicação diária, seguindo um protocolo de horários para acalentar quem está no continente e para deixar claro a localização (de suma importância, levados à risca), todo um contexto de atividades seguem um organograma específico, de rotinas e necessidades. Mesmo quando ele tem que limpar o casco em mar aberto, observando cardumes de peixes, que o deixa de sobre aviso, para possíveis aproximações de tubarões, ele também se envolve com algumas atividades físicas, realizadas cotidianamente. Com o tempo, tudo em sua volta ganha um significado maior, tudo é entendido de forma mais abrangente, Amyr sente que se torna uma pessoa melhor.

Cem Dias é mega indicado. Gostei muito do que li e digo que é um livro que pode ensinar bastante sobre como o homem é diminuto em relação ao magnífico mundo que está a sua volta. Sobre como podemos atuar de forma melhor com o que está ao nosso redor. Sobre como devemos interagir melhor e entender melhor o mundo em que vivemos e sobre quem realmente somos.

By O poderoso Resumão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s