Américas

Las Vegas e Estado de Arizona, USA

Cada um tem um estilo de viajar. E esse estilo também pode variar conforme as fases da vida que vivemos. Alguns partem em grupo, em excursão, com amigos, casais, ou às vezes sozinho. Alguns planejam tudo nos mínimos detalhes, outros não planejam nada e saem ao sabor do vento e dos acontecimentos locais.

Já viajei de todas as formas descritas. Mas quero contar aqui sobre minha última trip aos Estados Unidos, realizada em setembro de 2014, que mesclou uma semana com minhas amigas, as “the best” Carla e Melina, em Las Vegas, no Estado de Nevada, e a semana seguinte, sozinha, “in myself, alone”, numa road trip pelo Estado do Arizona. Ambas foram muito legais, peculiares em seu estilo, e claro, como todas as viagens, me marcaram muito, foram transformadoras, acredito, para cada uma de nós.

Vegas é a “Disneylândia dos adultos”, cidade do entretenimento, das luzes, shows, hotéis temáticos, baladas… E assim foi para nós também: shows de alto nível (o Cirque Du Soleil mantém oito espetáculos fixos nos teatros da cidade), baladas, restaurantes, passeios, compras nos outlets, tours pelos grandes hotéis da Strip, trecho da Las Vegas Boulevard. Esta avenida de 6 km, onde se concentram alguns dos maiores hotéis dos Estados Unidos e que se tornaram símbolos da extravagância da cidade. Alguns visitamos internamente, outros só de passada. Somente citando alguns: Caesars Palace, Bellagio ( o show gratuito das águas dançantes, em frente ao hotel, é sensacional), Venetian, Luxor, Paris, New York New York e muitos outros…

Hotéis Vegas
Os enormes hotéis de Vegas

Hoteis Vegas

Vegas II

Vegas

É claro que não pode ficar de fora a icônica foto na placa de boas-vindas da cidade.

Passeios II

Muita pernada mesclada a muita conversa, risadas e pausas para curtir a piscina do hotel, regado é claro, ao bom chimarrão (gaúcho não esquece de incluir na mala a cuia, erva mate e térmica).

Nosso Hotel

Lembrei do episódio de nós três, com nosso inglês precário, tentando explicar para uma canadense, na beira da piscina do hotel, o que era o chimarrão. E fizemos a coitada tomar um gole ainda. Tô rindo só de lembrar da cena!

E o show com os rapazes do Thunder From Down Under, no Hotel & Cassino Excalibur?! Sem comentários… Porque o que se faz em Vegas fica em Vegas!

Vegas reside no imaginário coletivo quando se pensa em diversão adulta, daquelas de virar madrugadas. “As garotas só querem se divertir”, dizia uma canção de sucesso de Cyndi Lauper nos anos 80. E assim foi…

O jantar no Stratosphere, no restaurante giratório “The top of de world”, a 350 metros de altura (equivalente a um prédio de 135 andares), com a cidade a nossos pés, toda iluminada, foi emocionante. Também o nosso rasante pelo bar na cobertura do hotel The Palms, o hotel da Playboy, foi muito divertido.

Também fomos conhecer a “old fashioned”, a icônica Freemont Street, onde tudo começou. Lá estão os velhos cassinos e hotéis, do tempo da constituição de Vegas. Lá curtimos a Freemont Street Experience, um trecho da rua fechado para pedestres onde há uma cobertura de metal, com milhões de pequenas lâmpadas de led, no qual é exibido um espetáculo de luzes. É grandioso e feito para impressionar os visitantes, como tudo em Las Vegas. E realmente ficamos impressionadas, também com as figuraças que frequentam o local, como as moças com pouquíssima roupa, de topless, prontas para as fotos ou algo mais, não sei com precisão. No caminho para o centro antigo de Vegas, passamos pelas várias capelas de casamento, famosas pelos filmes de Hollywood, com as limusines estacionadas.

Show Diva´s em Vegas

Mas não ficamos somente nas luzes da grande metrópole. Fomos para o deserto também. Tiramos um dia para visitar Lake Mead e a gigantesca barragem Hoover Dam, de 221 metros de altura. É uma das mais impressionantes obras de engenharia dos EUA, pois domou o Rio Colorado, criando um imenso lago, o Mead.

No Deserto Nevada

Passeios

Em outro dia fomos passear no Red Rock Canyon, e demos uma esticada de carro na Route 66.

Deserto de Nevada II

Deserto Nevada III

Depois de um semana intensa, alegre e divertida, veio um grande desafio: me despedir das amigas no Aeroporto Mc Carran, com direito a abraços e choros, e entrar sozinha no carro alugado para sair para um tour de uma semana pelo Estado do Arizona. Foi uma sequência de sentimentos: medo, ansiedade, euforia, felicidade, e por fim, sentimento de superação. Iniciava o Arizona “on the Road”.

Caminhos em Nevada II
Saindo de Las Vegas, rumo ao Arizona

O Arizona guarda algumas das paisagens mais impressionantes dos Estados Unidos. O Estado é coberto por um grande deserto, forrado por cactos e rochas avermelhadas. Cerca de 80% de seu território é natureza pura: são parques naturais e reservas indígenas. É uma região árida e plana, de vastidões cortadas por estradas que levam a horizontes longínquos. Uma oportunidade ímpar para se perder em pensamentos enquanto se dirige, mas com sobressaltos diante de visões de natureza tão excepcionais.

Caminhos no Arizona III

Recordo do primeiro dia da roud trip, em que fui visitar o Zion National Park, lugar de linda natureza, e lá passeio a tarde. À tardinha, bem tranquila, fui procurar um hotel para dormir na pequena cidade de Springdale, que serve de base para os visitantes. E aí, quem diz que tem UMA vaga no hotel?! Não tinha. Nem ali e nem nas próximas três cidades que passei na sequência, já no adiantado da noite. Foi meio desesperador viajar sozinha à noite, parando na portaria de hotéis, e só receber um “no avaible”. Somente depois de viajar uns 250 quilômetros, cheguei em Flagstaff por volta das 2 horas da manhã, exausta, é que encontrei uma cama para dormir. Foi uma lição. Dali pra frente sempre reservava com antecedência um quarto num hotel.

Zion III
Chegada em Springdale, porta de entrada do Zion National Park

Zion II

Zion

Lembro de estar passando pela cidadezinha de Hurricane e ver um movimento de pessoas numa praça, num dia de céu azul, sol, um lindo gramado e algumas barraquinhas instaladas. Estacionei o carro e desci. Caminhei despreocupadamente pelo parque e depois me sentei na grama para apreciar um show de músicos locais, na sombra das árvores. Feliz, feliz… Saí dali só porque a fome apertou e então fui almoçar um hamburguer numa daquelas típicas lanchonetes americanas.

Foram tantos lugares legais, experiências incríveis, como andar de helicóptero por 45 min sobre o Grand Canyon, uma emoção difícil de descrever.

Grand Canyon I
O sensacional Grand Canyon, no Arizona

Grand Canyon II

Grand Canyon

Conhecer o Grand Canyon foi uma experiência única. As várias paradas nos mirantes da Desert View Drive, estrada cênica que segue a borda da garganta por 42 Km, e  apreciar o pôr do sol no Canyon, com as cores se alternando à medida que o sol se punha, projetando seus raios nos paredões de rochas… Sensacional!

Grand Canyon IV

Grand Canyon III

Grand Canyon V
Sunset no Grand Canyon, parte Sul

Zion National Park, Flagstaff, Williams, Sedona, Prescott, Monument Valley, Grand Canyon, Seligman, Kingman, Route 66, Monument Valley, Sedona, Prescott, somente para citar alguns lugares, onde conheci várias atrações turísticas.

Caminhos no Arizona II
Conhecendo a cidadezinha de Seligman, que parece parada no tempo
Caminhos no Arizona
Cidade de Jerome, Arizona
Flagstaff
Em Flagstaff, Arizona
Meteor Crater II
Meteor Crater, em Flagstaff

Meteor Crater

Monument Valley II
Acesso a Monument Valley, em Utah. O bode dá as boas vindas aos visitantes.
Monument Valley IV
Cenas de faroeste em Monument Valley

Monument Valley III

Prescott IV
Prescott, na minha roud trip

Prescott

Prescott III

Prescott II

Prescott I

Williams
Kingman, no Arizona, em clima de Route 66

Gosto de viajar com todas as informações possíveis sobre os lugares onde vou passar, para não perder nada do que seja essencial de ser visitado. Esse hábito consome vários meses de pesquisas na net, filmes, livros, revistas especializadas. E óbvio, fico chateada por não conseguir visitar todos os locais que gostaria. Bom, eis mais um motivo para retornar.

Cavernas do Grand Canyon
As cavernas do Grand Canyon, no Estado de Nevada
Sedona IV
Sedona

Sedona

Sedona III

Sedona II

Sedona I

Mas o que fica mesmo são as lembranças das experiências vividas, as fotografias, os pequenos objetos, souveniers, que me fazem recordar dos locais visitados. Até que esteja esboçando e pesquisando sobre meu próximo destino, passagem comprada e hotéis reservados.

Créditos para a edição das fotografias deste post: Elisa Mendes Fotografias

Minha Fan Pagehttps://www.facebook.com/Elisa-Mendes-Fotografia-1400340960231906/

Meu site de imagens focado em natureza e paisagens = http://elisamendesfotografia.tumblr.com/

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s