Brasil

São Miguel das Missões/RS

Assim como muitos estudantes gaúchos, especialmente os que residem no noroeste do Estado, durante o  ensino fundamental, fiz uma visita às Ruínas de São Miguel Arcanjo, ou para nós aqui do Sul do País, apenas Ruínas de São Miguel, como parte das aulas de Estudos Sociais ou História. E tenho lembranças agradáveis dessa visita, da alegria juvenil pela expectativa da “viagem” de ônibus com os colegas, o lanche trazido de casa e tal. Depois disso, retornei às Ruínas por várias vezes, acompanhando amigos e familiares que residem mais distante para apresentar a eles as ruínas.

DSCN2202

E todas as vezes que visitei as Ruínas me percebo, assim como a colegial do passado, ainda assombrada com a grandiosidade do lugar, o imenso prédio que abrigou a catedral, com suas pedras seculares, contrastando com o céu, que encontrei sempre claro e azul, e o verde do gramado e das árvores que circundam o complexo.

Recordo com carinho a visita que fiz às Ruínas para apresentá-las às minhas filhas, tendo também constatado em suas expressões que o assombro e a perplexidade com o belo é comum a nós.

IMG_20140713_154400871

O tempo dispensado ao vídeo informativo, embora apresentado em local inadequado, com acústica ruim, no prédio que funciona como um receptivo das Ruínas, contribuiu para a compreensão  histórica do local e os fatos que ali ocorreram, enriquecendo a visita.

Assim como em outras reduções jesuíticas na Argentina e no Paraguai, centenas de religiosas viveram ali entre os séculos 17 e 18 para catequizarem os índios. A Oeste do Rio Grande do Sul, as reduções ficaram conhecidas como Sete Povos das Missões – o sítio arqueológico de São Miguel Arcanjo (1687), com as ruínas da catedral e de algumas colunas das casas vizinhas, é o mais bem preservado deles, declarado Patrimônio Histórico e Cultural Mundial pela Unesco.

Sua construção foi iniciada em 1735 e sua obra demorou 10 anos para ser finalizada, sob o comando do arquiteto italiano João Batista Primolli.

Pertinho, o Museu das Missões (1942) projetado por Lúcio Costa, mostra esculturas de santos feitas pelos índios ou trazidas da Europa.

Uma pena que o vendaval com granizo deste ano que atingiu a pequena cidade de São Miguel das Missões, onde situa-se as Ruínas, danificou o telhado, quebrou as paredes envidraçadas, e na última visita que fiz às Ruínas, em julho de 2016, o local estava interditado, aguardando reformas, e as peças de arte foram recolhidas.

O sítio fica aberto entre 9h/12h e 14h/18h e o ingresso custa apenas R$ 5,00. À noite acontece o espetáculo Som e Luz às 19h, quando feixes e sptos de luz iluminam as Ruínas, acompanhando uma narrativa sobre a história das Missões.

Mais informações sobre horários, dias de funcionamento você pode conferir no site da Prefeitura Municipal de São Miguel das Missões http://www.saomiguel-rs.com.br/VisualizaConteudo.aspx?ID=504

Ainda não assisti a esse espetáculo noturno. Então, tenho um ótimo motivo para retornar às Ruínas.

Esse é o tipo de passeio para se fazer em apenas um dia, ou até num turno, se você residir próximo.

Na chegada à cidade de São Miguel das Missões visualiza-se o pórtico de acesso com esculturas que representam São Miguel Arcanjo, os Padres Jesuítas e o cacique Sepé Tiarajú.

IMG_20140713_110654083

A luz do final de tarde faz com que as Ruínas adquiram uma luminosidade linda e o lugar fica ainda mais especial.

A Patrícia Schultz, autora do livro 1000 Lugares para Conhecer antes de Morrer colocou as Ruínas de São Miguel no seu livro. O livro da Patrícia faz parte da biblioteca aqui do blog. Confira mais detalhes no post 1.000 LUGARES PARA CONHECER ANTES DE MORRER – Patrícia Schultz .

Pra finalizar, deixo aqui uma estrofe da poesia “Pedaço de todos nós”, de Valter Nunes Portalete, uma homenagem aos Sete Povos das Missões.

” Montei no lombo do tempo,

pra recordar o passado, e ver de perto

o legado que nos deixaram de herança.

Dei rédeas para a lembrança e adentrei

nos rincões.

Vi de perto revoluções que marcaram

nossa história

e enxerguei tempos de glória

dos Sete Povos das Missões.”

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s