Fora do Caminho · Planejando a Próxima · Roteiros

O Meu Caminho – Roteiro – Espanha

mapa-caminho
Créditos da fotografia: lacompostela.com

O Caminho tem seu início quando você toma a decisão de fazê-lo… Quando o peregrino se apropria de um firme e intenso desejo que toma conta de todo o seu ser: primeiro do coração, depois da mente e na sequência, do corpo, que o impele à partir em direção à cidade do Santo Apóstolo. É o primeiro e o mais importante passo da longa jornada…

“Mesmo quando tudo parece desabar, cabe a mim decidir entre rir e chorar, ir ou ficar, desistir ou lutar; porque descobri,no caminho incerto da vida, que o mais importante é o decidir.”  (Anônimo, erroneamente atribuído à Cora Coralina)

Assim aconteceu comigo, como já narrei no post Caminho de Santiago de Compostela – Espanha.

Engraçado que passei a associar acontecimentos da minha vida ao Caminho. Uma música, um vídeo, uma mensagem, um texto. Em tudo eu percebia sinais relacionados ao Caminho, como mensagens endereçadas especialmente a mim.

Na verdade, acredito que depois que tomei posse da decisão de fazer O Caminho, toda uma corrente de forças e conexões começou a se formar em direção ao meu objetivo.

guyveloso_wayofsaintjames-caminhodesantiago

Então, boa parte do ano de 2016 foi dedicado às pesquisas sobre O Caminho, em sites e blogs especializados, relatos de peregrinos, leitura de livros, sobre a preparação física e psicológica necessária para realizar a peregrinação, os acessórios e equipamentos a serem adquiridos… Eu bem sei que tudo isso já faz parte do processo de movimentação em direção ao meu objetivo: após caminhar por 800 quilômetros, chegar aos pés da Catedral de Santiago de Compostela, e depois, me ajoelhar em frente à arca de prata que guarda as relíquias do Apóstolo São Tiago.

catedral-de-santiago
Créditos da foto: Thinkstock

A poucos dias atrás, neste mês de janeiro de 2017, depois de muitas pesquisas, comprei as passagens aéreas. Deu um frio na barriga, fiquei nervosa, senti borboletas no estômago. Afinal, meu projeto estava tomando forma concreta, real,  com a compra das passagens. Então eu tinha uma data para partir. E também, óbvio, tive que determinar a data do retorno.

Optei pela companhia aérea portuguesa TAP. Basicamente porque atendia o destino que eu pretendo chegar na Europa, que será Madri, e por causa da oferta do Stopover. Para quem, como eu, que até então não sabia o que era o tal do Stopover, eu explico: você pode comprar a passagem pela TAP para os destinos referidos na promoção (atualmente existem destinos nos EUA, Europa e África), com uma parada em Portugal (você escolhe, Lisboa ou Porto), na ida ou na volta da viagem, num período entre uma e três noites, pelo mesmo preço da passagem normal para o destino. No site da TAP tem todas as informações sobre essa promoção da empresa.

E eu iria perder a chance de conhecer Lisboa, estando com os dois pés na Europa? Nem pensar! Concluída a peregrinação, programei alguns dias para conhecer Madri e Toledo. E no Stopover em Portugal, Lisboa e Sintra.

Então, assim ficou meu roteiro para a peregrinação do Caminho de Santiago:

20/05/17 – Voo São Paulo/Madri

21/05/17 – Chegada em Madri – início do deslocamento para Pamplona

22/05/17 – Chegada em Saint Jean Pied-de-Port, França

23/05/17 – Início da peregrinação

(Separei para a peregrinação 39 dias, incluindo a chegada em Santiago de Compostela. Creio ser um prazo razoável, comparando com relatos já pesquisados, a média de tempo de peregrinação fica entre 30 e 33 dias. Se eu tiver dias sobrando, cogitarei ir até Finisterra, o Fim da Terra,  e ao Porto, em Portugal. Mas estes passeios ficarão na dependência do meu estado físico e psicológico depois da peregrinação e se terei tempo disponível…)

30/06/17 – Chegada em Madri – Dias para conhecer Madri e Toledo

04/07/17 – Voo para Lisboa – Dias para conhecer Lisboa e Sintra

07/07/17 – Voo Lisboa/São Paulo

08/07/17 – Chegada em São Paulo – Deslocamento para Porto Alegre – Depois para casa

Ao todo serão 50 dias de afastamento de casa e do trabalho. Dias intensos, e com certeza, inesquecíveis…

vila

Ao deixar o conforto de minha casa, ao me despedir de minha família, de minhas filhas, de meus amigos, tendo como desafio o desconhecido, em terras distantes, me proponho ao sacrifício do corpo (mas não em caráter de penitência, de sofrimento), à abertura para o novo e a renovação de minhas forças espirituais, sob as bençãos do Altíssimo.

 

 

Anúncios

7 comentários em “O Meu Caminho – Roteiro – Espanha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s