Fora do Caminho

Desenhando O Caminho – Espanha

A menos de trinta dias da viagem tão esperada, tão sonhada, intensificam-se os preparativos… Os sentimentos se fundem entre euforia, preocupações com as filhas que ficam, a logística familiar para atendê-las durante a minha ausência, questões práticas, como os itens  que vão para a mochila, dúvidas sobre os equipamentos a ser adquiridos ainda… Mas tenho bem claro que o que permeia as dúvidas e ansiedades são os sentimentos da Alegria, da Felicidade, de Realização, de estar indo peregrinar pelo Caminho de Santiago de Compostela.

O Caminho Francês, o mais tradicional e famoso… Estarei trilhando o mesmo caminho que milhares de peregrinos de todos os cantos do mundo trilharam desde o século IX. Muita emoção…

Tenho consciência que minha preparação física não foi a ideal. Fiz algumas caminhadas mais longas, mas foram bem espaçadas, e creio, não foram suficientes para dar ritmo ao treinamento. Mas também tenho firme convicção que a vontade, a disposição para peregrinar, por mais de 800 quilômetros (há muitas divergências sobre a exata distância que separa SJPP/França de Santiago de Compostela, com referências entre 800 e 900 quilômetros), vão superar dificuldades meramente físicas. É bem verdade que para fazer O Caminho conto muito com meus pés, joelhos, pernas e costas, e pretendo cuidar com muito carinho deles, para que eu alcance meu objetivo. Mas acredito que mais do que isso, o Amor pelo Caminho, a Felicidade de estar fazendo a peregrinação, é que efetivamente vai me levar além…

Entre os preparativos, a preocupação em administrar a saudade que sentirei das crianças (meu trio de gatinhas) e elas de mim. Nunca ficamos tanto tempo longe, no máximo foram 17 dias, e nesta viagem serão 47 dias. Com certeza, será mais um desafio apresentado pelo Caminho.

Pensando nesse grande lapso temporal, no distanciamento físico, na saudade invencível (mas suportável, espero), tive um insight. Elaborei tudo mentalmente e depois coloquei mãos à massa.

Confeccionei um itinerário, usando papel em rolo, com todo o esquema de minha viagem, desde o dia em que sairei de casa até meu retorno. Pensei que assim, visualizando meu roteiro, elas poderiam se sentir mais envolvidas e com uma melhor compreensão dos meus avanços, tanto no espaço físico quanto na linha temporal.

Então, em uma noite solitária em casa, saiu um cartaz com cerca de 4 metros de comprimento por 90 centímetros de largura, com a melhor reprodução que consegui fazer de meu itinerário de viagem.

20170423_194839-2

Depois foi a hora de mostrar o resultado da minha obra. Bom… elas curtiram bem mais que eu imaginava! Muito interessadas, fizeram perguntas, revisaram todo o itinerário e quiseram contribuir com desenhos dos meios de transporte que utilizarei entre as cidades, desde nossa casa até o início da peregrinação. E assim foi.

Em outro dia, com a visita de priminhas, quiseram mostrar o desenho. Então foi o momento de colar o grande cartaz na parede. Ainda quiseram fazer desenhos, escrever recadinhos… Enfim, ficou muito legal. Maior curtição. Realmente, foi uma ideia muito boa.

A animação delas deu uma aliviada no meu coração. Providências do Caminho…

4 comentários em “Desenhando O Caminho – Espanha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s