Américas · Casinha sob rodas

Frida em sua primeira International Road Trip – Uruguai – Part. I

Uma viagem para inaugurar a Frida, a minha casinha sob rodas, vinha sendo planejada a algum tempo. Afinal, desde que eu a recebi da montadora CVE eu ainda não tinha a utilizado como casinha, mas sim, apenas como meio de transporte. Link sobre a chegada da Frida aqui Frida: A Casinha sob rodas E com a chegada do verão, uma road trip com minha casinha sob rodas me pareceu “tudo a ver”. Aliado ao fato que o Lu ainda não conhecia o Uruguai, e a possibilidade de fazer uma visita à prima Luciana, no meio do caminho, me animaram a planejar com ele um roteiro pelo país vizinho.
Aproveitando ainda que as crianças estariam em férias com o pai por uma semana, ou seja, eu estaria livre de compromissos familiares, depois do retorno da Expedição Amazônica link aqui Expedição (Excursão) Amazônica…pronto, estava definido: a primeira International Road Trip da Frida seria no Uruguai.
Eu e o Lu combinamos que seria uma trip bem livre, sem datas e prazos fixos de permanência nos lugares. Conforme os interesses se apresentassem a gente iria se definindo. Só teríamos uma data para retorno, dez dias depois da saída. E o desejo de curtir ao máximo esses dias juntos, com a estrutura da Frida à nossa disposição, e motivados a aproveitar o que o Uruguai tem de melhor.

O diferencial deste post é que estou redigindo em tempo real, ou seja, me encontro em viagem, o que me proporciona maior fidelidade com relação às lembranças de viagem. E ainda, que amigos possam contribuir com sugestões para este roteiro uruguaio, que se encontra em andamento.

Até então, este foi nosso roteiro em terras uruguaias…

Primeiro dia:

Pegamos a estrada por volta das 10 h rumo à Praia do Cassino, na cidade de Rio Grande, região Sul aqui do Estado do Rio Grande do Sul. Fazia muito tempo que eu queria visitar a querida prima Luciana, residente no balneário. Minha irmã de alma, uma wanderlust como eu. E a cidade estava no meio do caminho para o Chuí…perfeito!
Sete horas depois, a Frida estacionou nas areias da Praia do Cassino. Eu e o Lu optamos por ir direto à praia, ansiosos pela brisa do mar, a areia, a água salgada… Preparei o chimarrão, pegamos as cadeiras e fomos curtir o final de tarde à beira mar. Só depois fomos para a casa da prima Lu, onde fomos muito bem recebidos e lá nos instalamos. Depois de uma volta no centrinho, onde conferimos os agitos dos blocos no pré-carnaval, um show de pop rock num palco ao ar livre, um lanche, e então cama, pra descansar da viagem.

IMG_20180113_171734

Segundo dia:

Depois do café da manhã a prima Lu e sua filha Carol nos acompanharam nos passeios do dia. Primeiro uma parada nos molhes da barra, onde andamos de vagonete. Turismo sustentável, só com a força do vento (e do condutor também, se faça jus), o carrinho se move sob os trilhos, num trajeto de cerca de 4 km, mar à dentro. Eu adorei esse passeio!

IMG-20180114-WA0004

Depois seguimos de carro para Rio Grande, até a estação de onde partem os catamarãs para São José do Norte. Um trajeto sob a lagoa, de cerca de meia hora.
São José do Norte é uma cidadezinha com aspecto de perdida no tempo, casas baixas, prédios antigos e mal conservados. Ainda mais sendo um domingo, havia poucas pessoas nas ruas de paralelepípedos. Um cenário bucólico, de certo abandono…

IMG_20180116_135100
A prima Lu tinha uma indicação de um restaurante, onde almoçamos uma comida boa, com destaque para o feijão e a moranga cabuti caramelada. Nos distraímos com a coleção de cédulas de vários países do globo, distribuídas em quadros nas paredes do restaurante.
Concluído o almoço, retornamos para Rio Grande. De carro seguimos para o Museu Oceanográfico da Universidade Federal. Local interessante, com uma mostra de conchas, esqueletos de animais marinhos…mas o que mais curti foi a visita ao tanque do leão marinho. Fofinho.
No retorno para a casa fizemos um pit stop no supermercado, onde compramos alguns mantimentos para a Frida. Preparativos para a viagem.
Já na casa da Lu, hora de curtir a piscina, depois uma baita (gauchês) soneca, e por fim, um jantar dos deuses, preparado pela prima. De comer rezando. Regado por um bom vinho Savignon Blanc, ainda um pudim divino de sobremesa, mais vinho, bom papo, e na sequência, cama.

IMG_20180114_164334

Foi um dia muito agradável que passamos na companhia da prima Lu. Deu pra matar um pouco da saudade.

IMG-20180114-WA0018

Terceiro dia:

Depois do café da manhã foi a hora de nos despedirmos da prima Lu e colocar o pé na estrada. O Uruguai estava a nossa espera! Abraços, emoção…eu adoro a Lu, temos uma conexão ótima e muitas afinidades. Grata por tudo, querida, sem palavras para descrever o quanto fomos bem acolhidos…
Seguimos então por 230 quilômetros até o Chuí, na fronteira com o Uruguai, passando pela Reserva do Taim, onde avistamos muitas capivaras e aves. Algumas poucas comprinhas nos free shops uruguaios, adquirimos a Carta Verde, obrigatória para circular com veículos pelo Mercosul, trocamos dinheiro na casa de câmbio, e seguimos para os trâmites na aduana uruguaia. Tudo bem tranquilo.
Cerca de 30 quilômetros depois chegamos no Parque Santa Teresa, onde acampamos com a Frida.

IMG_20180115_153509IMG_20180115_153321IMG_20180116_144623
O parque é bem grande, compreende várias estradas internas, que acessam praias e mirantes. Uma grande área verde, bem sombreado. Muito legal o parque.

IMG-20180116-WA0017

IMG_20180116_063737

Ainda fomos conferir o sunset, visto à partir da Fortaleza. Bem bonito. Na sequência, acenderam-se as luzes que iluminaram as muralhas. Retornamos no escuro até onde estava estacionada nossa casinha sob rodas, junto às barracas de camping e outros motor homes.

IMG-20180116-WA0019IMG-20180116-WA0020
O Lu preparou um espaguete à bolonhesa delicioso. Acompanhado de um vinho torrontés argentino. Um brinde para celebrar a inauguração da cozinha da Frida.

IMG-20180116-WA0014
O split bombando proporcionou uma noite tranquila. É claro que tivemos que nos adaptar às dimensões da cama da Frida. Mas no final, deu tudo certo. Despertador pronto para nos acordar às 5 h da manhã, no horário local, para assistir o espetáculo do nascer do sol na Playa de la Moza. Mas esta é outra história, que conto nos próximos dias.

 

Anúncios

3 comentários em “Frida em sua primeira International Road Trip – Uruguai – Part. I

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s