Américas · Intercâmbio

Uma metrópole multifacetada – Califórnia/EUA

Eu tive a sorte da escola de inglês que estudei durante meu intercâmbio – a St Giles School – estar super bem localizada em San Francisco, perto de muitas atrações, parques públicos e museus. Isso facilitou muito a minha vida, para bem descobrir as belezas e os atrativos da cidade.

Um desses points é o Yerba Buena Park, situado exatamente atrás do prédio onde está instalada a escola. O Yerba Buena é um destino cultural de renome mundial, contando com 11 museus em apenas três quarteirões. É a maior concentração de artes fora da cidade de New York. A região abriga o maior centro de convenções – Moscone Convention Center – e está cercada de lojas, restaurantes e tem aquele gramadão verde delícia e um jardim bem cuidado. Muitas vezes lanchei e caminhei despreocupadamente pelo parque ou simplesmente fiquei jogada no gramado, observando  a paisagem e o vai e vem das pessoas.

20190821_143436
A beleza do parque contrastando com os arranha-céus da metrópole. À esquerda da foto o Hotel Marriot Marquis

Para minha sorte, tive a felicidade de estar em Sanfran durante o verão americano de 2019, quando estava acontecendo o Yerba Buena Festival, com a apresentação de mais de 75 programas ao ar livre, todos gratuitos. Um melhor que o outro!

20190821_133658
Pit stop no gramadão do Yerba Buena

Yerba Buena, que em espanhol significa “erva boa”, foi o primeiro nome da cidade de San Francisco, dado pelo missionário franciscano Pedro Font na expedição de 1775. Dizem que o nome foi dado em homenagem à erva nativa que era encontrada em abundância na paisagem. Se bem que mesmo depois de tantos anos, acho que o nome continuaria combinando com San Francisco… (entendedores entenderão)

20190821_143849

No parque, uma cascata artificial integra o memorial em homenagem a Martin Luther King. Você entra por uma lateral e percorre uma galeria atrás da queda d’água com fotos bacanas e frases do ilustre ativista pelos direitos civis e um dos principais líderes negros na luta contra a discriminação racial nos Estados Unidos. Bem interessante.

20190821_142535
Atrás da queda d’água uma bonita homenagem ao ativista

Do ladinho do parque fica o SF MOMA, o maior museu de arte moderna e contemporânea do mundo. O MOMA de San Francisco tem 7 andares (é imenso!) e a coleção atual do museu inclui mais de 30 mil obras que abrangem pinturas, esculturas, fotografias, arquitetura, design e artes de mídia. Eu quis poupar uns dólares e não visitei o MOMA, apenas me limitei ao térreo onde fica a lojinha e vou dizer que só a loja já é uma atração, tem muitos produtos super criativos.Mas quer saber: me arrependi, viu. Ouvi maravilhas sobre o SF MOMA. Fica para a próxima. Risos.

20190821_145459
SF MOMA

Do ladinho do prédio da escola fica o Hotel Marriot Marquis. Estive algumas vezes no hotel, não como hóspede, claro. É que descobri que no 39º andar está instalado o The View, que é um bar aberto ao público com vistas panorâmicas de 360 graus da cidade. E que vistão tem lá, gente! O bar é cheio de mesinhas que são super disputadas. Para visitar é super simples: basta entrar no hotel, procurar os elevadores, pressionar o botão onde diz “View Lounge”. Não é preciso pedir permissão para visitar nem pagar nada (melhor parte, kkkk), é só chegar chegando! Fui sozinha, com colegas de escola e com amigos residentes, apreciamos o sunset e todo mundo adorou o lugar.

20190821_185547
Vistão da cidade à partir do The View (nome apropriadíssimo)
20190822_191335
Aquele sunset de babar!

20190822_191959

Ainda dentro do quesito bares, também na região central da cidade, aproveitando a dica de uma colega de escola, fui conhecer o Lori’s Dinner. Trata-se de uma clássica lanchonete americana ambientada nos anos 50, inclusive com os funcionários vestindo uniformes vintage. No cardápio tem tudo da tradicional gastronomia fast food americana: panquecas, waffles, omeletes, bacon com ovos, hambúrgueres, sundaes dignos de comercial de TV, frangos fritos e buffalo wings… Como estava no meio da tarde me contentei com um simples ice cream e curti a vibe do local, que achei um barato.

20190822_19584520190822_19581120190822_17272620190822_172340

Outro dia fiz mais um pedal espichado pela cidade, em direção à North Beach, o bairro italiano de San Francisco. Encarei as tradicionais lombadas (muito sobe e desce, algumas muito íngremes) até a bela igreja católica em frente ao Washington Square Park,  a Saints Peter and Paul Church, a qual é conhecida como “a cattedrale italiana dell’Ovest”, ou “a Catedral italiana do Ocidente”. Uma pena que o parque estava todo cercado, em obras, então não pude fazer fotos.

20190822_155320

Malhando as coxas, segui em direção à Coit Tower, e um pouco antes de acessá-la prendi a bike com um cadeado junto a um poste e prossegui caminhando, subindo degraus.

20190822_154722(0)

A Coit Tower, de 64 metros de altura, começou a ser construída em 1929 quando a milionária Lillie Hitchcock Coit faleceu e deixou uma generosa herança para a cidade de San Francisco pedindo que o dinheiro fosse usado de maneira inteligente e em algo que deixasse a cidade mais bonita. Como Lilie era uma super fã dos bombeiros a torre construída em sua homenagem tem o formato de mangueira de bombeiros. Para subir no alto da torre paga-se 8 dólares. Eu não subi. Economizei uns dólares e achei que a vista do térreo já estava de bom tamanho. Também porque eu já tinha visto várias vistas panorâmicas da cidade e achei que não seria muito diferente.

20190822_160548
Coit Tower
20190822_160611
Lindas vistas da baía de San Francisco

20190822_195913

Fiquei fazendo umas fotos e curtindo o visual à partir do estacionamento da torre e depois fui conferir o visual da Telegraph Hill, com suas casinhas fofas em meio aos jardins e escadarias. E o visual da baía de San Francisco à frente… Me senti num filme.

20190822_16132620190822_161503

Com os olhos saciados de belas imagens fiz o caminho de retorno até encontrar “meu cavalo amarrado num cepo” (em gauchês, pra dizer que encontrei minha bike que deixei chaveada num poste) e pedalei de volta para meu cantinho.

Outra tarde da semana reservei para conhecer uma região peculiar da cidade. A exemplo de Chinatown, o reduto chinês em San Francisco, que conheci em tour narrado aqui link Tem uma China dentro de San Francisco! Califórnia/EUA, desta vez me mandei com minha magrela para Japantown, o bairro da comunidade japonesa. No caminho fui fotografando as fofíssimas casas típicas em estilo vitoriano que são a cara de Sanfran. Não parecem cenários de filme? E com certeza são. Já devem ter aparecido dezenas de vezes em filmes e seriados americanos.

20190823_155446

 

Um lugar super bacana que visitei no caminho para Japantown foi uma loja da Crossroads. Nossa, “morri” com a quantidade de itens com preços simplesmente maravilhosos nessa loja de roupas “reuse”, calçados e acessórios (bolsas, chapéus, bonés, echarpes, bijuterias…) usados. Itens de grifes famosas e marcas descoladas com precinho pra brasileiro que converte em real! Certo que saí de lá com umas comprinhas muito básicas. Lavei bem e logo estava usando, beeeem faceira!

20190823_165648

20190823_165509
Adoro um brechó, gente

O Japantown é um lugar super divertido para explorar na cidade de São Francisco. São apenas 6 blocos que concentram uma variedade fascinante de lojas e restaurantes autênticos que permitem a qualquer visitante fazer uma viagem rápida à Osaka e mergulhar na cultura japonesa.  O passeio é bem agradável e em torno de 2 horinhas deu pra visitar tudo.

20190823_18525720190823_170627

Entre tantas lojas de produtos típicos “made in Japan”, uma que não me passou despercebida e fui conferir as prateleiras foi a Daiso, que é uma cadeia de lojas japonesas que vendem todas as quincalharias imagináveis por U$ 1,50.

20190823_183222

Eu que amo livrarias, encontrei nas dos complexos comerciais um jeito criativo de aprender e ficar imersa na cultura japonesa. A Kinokuniya é uma rede de livrarias japonesa super famosa e abriu na cidade em 1969, tem um montão de livro de mangá e não só livros japoneses.

20190823_17153220190823_171620

E óbvio que não dá pra visitar o Japantown sem se esbaldar na gastronomia japonesa. O complexo de shoppings chamado também de Japan Center tem vários restaurantes autênticos. A maioria deles são encontrados na área chamada Restaurant Row no West Mall. Além disso, basta dar uma voltinha nas ruas vizinhas pro cheirinho abrir seu apetite. Se você curte ramen, sushi e hibachi certamente este é o local imperdível para se deliciar.

Uma coisa interessante que encontrei nessa área gastronômica foi um restaurante que usa um mecanismo onde os pratos passam nas esteiras com pequenas porções e os clientes podem pegar os itens da sua preferência pagando de acordo com o consumo. É um teste e tanto para a gula! Fiquei com vontade de experimentar o negócio, mas eu havia acabado de almoçar.

20190823_173356
Comida na esteira. É daí o conceito de slow food!

20190823_173409

O centro do Japantown é caracterizado pela Praça da Paz com a imponente Peace Pagoda.  A cidade de Osaka, no Japão, presenteou San Francisco com este bonito monumento ainda em 1968.

20190823_180913

 

E assim se sucederam os dias, sem que eu deixasse passar sequer um deles sem partir para um passeio, sem escolher um canto da cidade para explorar, algo novo para conhecer. Vou compartilhando minhas descobertas por aqui, em novos posts.

20190823_181141
Achei lindo esse mural colorido, com as wagasas – as típicas sombrinhas japonesas – e não resisti: fotinho!

Outros relacionados a essa viagem estão aqui, é só clicar:

Intercâmbio a uma hora dessas?!

I arrived in San Francisco! Me situando… – Califórnia – Estados Unidos da América

Estudante, turista, ciclista: estabelecendo minha rotina em San Francisco – Califórnia/EUA

Aloha, San Francisco! Califórnia/EUA

Golden Gate Bridge by bike – Califórnia/EUA

Salesforce Park: um parque nas alturas no coração da metrópole – Califórnia/EUA

Tem uma China dentro de San Francisco! Califórnia/EUA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s