Américas · Intercâmbio

Cultura hippie no Bairro Haight-Ashbury – San Francisco – Califórnia/EUA

Eu já tinha lido textos e visto filmes associando San Francisco como sendo uma cidade importante para o movimento hippie e de jovens nas décadas de 1960 e 1970, que renegavam o conformismo e pregavam a paz. Para matar a minha curiosidade sobre o assunto um bairro específico de Sanfran não poderia ficar de fora das minhas incursões pela cidade: Haight Ashbury. Um pedalzinho de uma tarde, após à escola, e pude assimilar muito do espírito “Paz e Amor” que domina a cultura hippie e o percebi ainda bem presente durante minha caminhada pelo bairro.

Popularmente chamado de The Haight, Haight-Ashbury é um bairro de São Francisco localizado em torno da esquina das ruas Haight e Ashbury. O lugar é super descontraído, conta com pequenas boutiques de roupas e acessórios artesanais, lojas de discos, livrarias. No bairro tem a loja Amoeba, com a coleção mais famosa que você pode imaginar relacionada à música. Dá pra ficar horas lá dentro. 

Sobre o movimento Hippie: os hippies, como eram conhecidos, defendiam o amor livre e a não violência. O termo “amor livre” despreza estereótipos e acredita no amor sem posse. Já a “não violência” rejeita completamente o uso da violência para a conquista de objetivos sociais e políticos.

As questões ambientais, a prática de nudismo e a emancipação sexual eram ideias respeitadas por estas comunidades que optaram por um modo de vida comunitário e um estilo de vida nômade próximo a natureza. Também defendiam as religiões orientais, o budismo, o hinduísmo e não concordavam com valores tradicionais da classe média americana e das economias capitalistas.

São Francisco e The Haight ganharam reputação na época devido a revolução dos jovens através da música, drogas e da prática do amor livre. Milhares de jovens migraram de todas as partes dos Estados Unidos para Haight-Ashbury. As pessoas defendiam que todos deveriam ter direito a comida, moradia e o dinheiro não era necessário. Estes jovens foram conhecidos como os diggers.

O local também se tornou o centro das drogas alucinógenas, principalmente do LSD e maconha. Há muitas lojas do gênero pela região, com muitas opções de acessórios para quem gosta de fumar algo “diferente”. Aliás, vale lembrar que a maconha foi legalizada para fins recreativos em janeiro de 2018 na Califórnia e o cheiro ao redor dessa vizinhança não deixa ninguém esquecer dessa novidade.

Os movimentos de contestação foram impulsionados por artistas em geral.  Diversos músicos e grupos de rock’n’roll, viviam há pouca distância da famosa interseção e eternizaram o local em diversas canções. A principal delas: como San Francisco – Be Sure to Wear Flowers in Your Hair liderou as rádios.

O Verão do Amor, em inglês Summer of Love, aconteceu em 1967, foi um fenômeno social com manifestações em várias partes do mundo. A passeata pela paz realizada Nova York reuniu cerca de 300 mil participantes e foi maior ato político realizado nos Estados Unidos até então. Na época o psicodelismo e a música ligada a este conceito de vida e artístico, estava se tornando moda no mundo inteiro, os cantores de San Francisco dominavam as estações de rádio do país. O rock psicodélico, rock com o uso de substâncias psicodélicas foi parte da cultura dominante, a banda Big Brother and the Holding Company, que lançou Janis Joplin como vocalista era a principal delas e eles moravam no bairro.

Preciso fazer um destaque merecido à loja “The Decades of Fashion”, uma loja enorme que é uma verdadeira viagem no tempo. A loja tem roupas e acessórios originais da década de 1880 a 1980, separados em diferentes áreas. Lá eu vi expostos lindos vestidos “flapper” originais da década de 20 e se pode experimentar um montão de peças. A loja foi fundada por uma ex-modelo que chegou na cidade. As roupas são originais e com certeza se sai de lá preparado para qualquer festa à fantasia. O preço é um pouco salgado, mas creio que as peças valem a pena. Eu, brazuca pobrinha, me contentei em observar tudo, com os olhinhos brilhando de admiração.

Outros posts (só clicar nos links para ler) sobre o período que morei em San Francisco:

Intercâmbio a uma hora dessas?!

I arrived in San Francisco! Me situando… – Califórnia – Estados Unidos da América

Estudante, turista, ciclista: estabelecendo minha rotina em San Francisco – Califórnia/EUA

Aloha, San Francisco! Califórnia/EUA

Golden Gate Bridge by bike – Califórnia/EUA

Salesforce Park: um parque nas alturas no coração da metrópole – Califórnia/EUA

Tem uma China dentro de San Francisco! Califórnia/EUA

Uma metrópole multifacetada – Califórnia/EUA

Redwoods: conhecendo as árvores mais altas do mundo – Califórnia/EUA

Bairro Castro: um marco na história do Movimento LGBT+ – San Francisco – Califórnia/EUA

2 comentários em “Cultura hippie no Bairro Haight-Ashbury – San Francisco – Califórnia/EUA

  1. Esplêndido texto, sucinto e completissimo sobre o histórico e inesquecível movimento Hippie. O qual veio transformar a Humanidade que havia sido engessada pelo movimento New Way of Life do Pos-Guerra da Norte-America.
    Um texto digno, verdadeiro que deve completar a Biblioteca da wicki dictionary.
    Parabéns. Você deve dedicar este talento a literatura histórica enquanto ainda existe história para contar.
    Minha grande admiração por a ter conhecido só aumenta.
    Um grande abraço.
    ,

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s