Sobre

light-bulb

A ideia de ter um blog me acompanha a vários anos, associada ao gosto de viajar, mas esta acabava sendo protelada (ou atropelada), por outros projetos e prioridades. Agora é realidade e estou muito feliz por isso!! 😀

Não tenho com este blog a pretensão de dar dicas de viagem (já existem excelentes blogs sobre), até porque não me sinto credenciada para tal (não conheço tantos destinos assim, e tão profundamente) mas sim, fazer uma espécie de diário de bordo de minhas andanças por aí. E escrever sobre minhas viagens resgata ótimas lembranças do que vivi naqueles lugares, e servem de alimento para meu espírito até que eu possa efetivamente partir para minha próxima aventura.

Por outro lado, sabedores do meu gosto por viagens, seguidamente sou solicitada por amigos e conhecidos, a opinar sobre algum lugar que já conheci. Então resolvi, já economizando na repetição das mesmas informações,  condensar tudo num blog e compartilhar minhas experiências e impressões de viagens para quem interessar. E se, de alguma foram, puder contribuir com um viajante, ótimo.

Foram várias trips nos últimos anos. Vou tentar resgatar lembranças de algumas que fiz a alguns anos atrás. Mas, passado o tempo, talvez não lembre de todos os detalhes dos roteiros e dos acontecimentos. Outras são mais recentes, ainda muito vivas na minha memória.

Neste espaço vou comentar sobre grandes viagens – grandes no sentido de preparação, roteiros, orçamentos, distâncias, tempo destinado a elas – e também de pequenos passeios de final de semana, perto de casa, de fácil acesso para mim. Creio que todos os destinos são válidos, o que importa é sair fora da casinha e viajar!

Encerrando, uma citação do navegador brasileiro Amyr Klink, que adoro. É para inspirar os viajantes e encorajar os candidatos a viajantes:

“ Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, imagens, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu. Para um dia plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor. E o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar a arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser. Que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver.”

_______________________________________________

12509244_966243606800950_5588236425254409416_n

Jocelaine Aguiar, gaúcha de Ijuí/RS. Sou completamente viciada em viajar. Tanto que deixo de comprar itens de consumo, pensando em economizar a grana para as viagens.

Sobre meu perfil de viajante, sou muuiiitoo eclética. Do tipo que gosta de tudo. Desde grandes metrópoles a pequenas cidades no meio do nada, lugares inóspitos, lugares clichês, lugares exóticos… Tudo me interessa (Risos)!!

Mas tenho como preferência lugares que conjuguem natureza, história, aventura e lindas paisagens (óbvio, né).

Ah, e adoorooo viajar gastando pouco, mas que não me privem de conhecer os “sights” dos locais visitados, claro. Todo o resto é negociável: onde dormir, o que comer -, dependendo do meu orçamento para a viagem. E não abro mão de interagir com os “locais”. Puxo conversa, ando de transporte público, procuro comer em lugares não turísticos. Tudo para conhecer e absorver um pouquinho da cultura do lugar visitado.

 

3 comentários em “Sobre

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s